Mestrado e Doutorado

Administração

Mais informações, clique aqui!

    Mestrado

  • Vespertino e
    Noturno

    Doutorado

  • Vespertino

    Duração

  • Mestrado: 24 meses
  • Doutorado: 48 meses

    Localização

  • São Paulo

    Mensalidade

  • Mestrado e
    Doutorado
  • R$ 1.965,00

Duração

Mestrado

O curso não poderá ser concluído em período inferior a 12 (doze) e superior a 36 (trinta e seis) meses.

Doutorado

O curso não poderá ser concluído em período inferior a 24 (vinte e quatro) e superior a 60 (sessenta) meses.

   Áreas de Concentração
   e Linhas de Pesquisa

Apresentação


O Programa de Pós-Graduação (stricto sensu) em Administração do Centro Universitário FEI é composto pelos cursos de Mestrado e Doutorado em Administração. O Programa tem foco na Gestão da Inovação e possui três linhas de pesquisa: Capacidades Organizacionais; Estratégias de Mercado e Competitividade; e Sustentabilidade. A orientação do programa reflete as demandas do mercado e da sociedade contemporânea.

De natureza acadêmica*, os cursos de Mestrado e Doutorado em Administração da FEI objetivam formar profissionais com uma sólida base científica. Esta qualificação atende tanto os profissionais que desejam atuar na área acadêmica quanto os que desejam ter um conhecimento mais sofisticado para atuarem no mercado de trabalho, liderando iniciativas de maior complexidade.

O Programa incorpora a tradição e a excelência da FEI, fundadora do primeiro curso de Administração da América Latina em 1941, na época ESAN (Escola Superior de Administração de Negócios).

Os cursos de Mestrado e Doutorado em Administração da FEI também disponibilizam uma quantidade limitada de bolsas. As bolsas são de agências de fomento (ex. CAPES) e da própria FEI e são concedidas para os que demonstrarem mérito acadêmico e tiverem disponibilidade de tempo compatível com a natureza da bolsa.

* Os mestrados e doutorados podem ser ‘acadêmicos’ ou ‘profissionais’. Todos são de natureza stricto sensu e sujeitos à regulação do MEC (CAPES). No entanto, os programas acadêmicos se distinguem pelo maior aprofundamento teórico e pelo maior rigor científico na definição e na análise do problema a ser estudado.


Mestrado

O Mestrado em Administração da FEI é direcionado tanto para alunos com disponibilidade de dedicação em tempo integral, quanto para os profissionais que atuam no mercado de trabalho. As aulas têm início nos meses de março e agosto, e são realizadas às segundas-feiras à tarde e à noite, terças-feiras à noite e quartas-feiras à noite.

O curso tem duração prevista de 24 meses. Divide-se em 4 semestres, durante os quais os alunos devem obter 24 créditos (o equivalente a 8 disciplinas de 45 horas-aula cada), passar pelo exame de qualificação, escrever a dissertação de mestrado e tê-la aprovada por uma banca. Durante este período, também é esperado que os alunos submetam seus trabalhos para congressos e/ou revistas científicas.


Doutorado

O curso tem duração prevista de 48 meses. Nos semestres iniciais do curso, os alunos se dedicam às disciplinas, quando devem obter 18 créditos (o equivalente a 6 disciplinas de 45 horas-aula cada). Em paralelo, desenvolvem a fundamentação teórica, identificam a lacuna no conhecimento e estruturam o projeto de pesquisa. A partir daí, os alunos devem apresentar a proposta de tese e passar pelo exame de qualificação. Após a qualificação, os alunos devem concluir o projeto de pesquisa para, então, apresentá-lo a uma banca responsável pela avaliação da tese desenvolvida.

As aulas têm início nos meses de março e agosto e são realizadas de terça-feira a quinta-feira no período da tarde. Durante o curso é esperado que os alunos submetam trabalhos derivados de seus projetos de tese para congressos e periódicos científicos. Os alunos, especialmente os bolsistas, também devem estar envolvidos em projetos de pesquisa e atividades de ensino (na graduação ou na pós) com os professores da FEI.

Coordenador: Henrique Machado Barros



Secretaria


Campus São Paulo
Rua Tamandaré, 688 - Liberdade
São Paulo - SP
CEP: 01525-000

Telefone / E-mail
Tel:(11) 3274-5200
E-mail: ppga@fei.edu.br

Atendimento
De segunda a sexta-feira,
das 8h00 às 20h30

Henrique Machado Barros

Henrique M. Barros é PhD em Administração pela Warwick Business School (University of Warwick) da Inglaterra, tendo sido originalmente graduado pela UFRJ, onde também obteve seu título de Mestre. Seus interesses de pesquisa residem em entender i) como as organizações criam e capturam valor a partir da gestão da inovação; e ii) quais os determinantes e os efeitos das estratégias de fusões e aquisições e de diversificação. É parecerista de vários periódicos científicos nacionais e internacionais e tem publicado regularmente no Brasil e no exterior, onde também já teve trabalhos premiados. Atualmente, é coordenador e professor do Programa de Pós-Graduação em Administração do Centro Universitário FEI, onde também leciona no programa de graduação em Administração. Antes de se juntar à FEI, já havia atuado tanto como docente em cursos de graduação, Mestrado e MBA quanto como coordenador de Programa de Mestrado Profissional em Administração (2007-2010). Além disso, já havia atuado como membro do Núcleo Docente Estruturante (NDE) da graduação (2013-2014) e como coordenador de Seminários Acadêmicos de Administração de Empresas (2012-2015).

Currículo Lattes / hbarros@fei.edu.br

Linha de Pesquisa:

Capacidades Organizacionais

Esta linha de pesquisa consolida várias escolas de pensamento que retratam os avanços sobre o entendimento das Organizações e suas interfaces com a Gestão da Inovação. Alguns temas abordados são: a gestão da inovação em países emergentes; os processos de inovação em serviços; as capacidades organizacionais para a inovação; as inter-relações da organização com o ambiente e os efeitos de tais inter-relações; a importância do aprendizado organizacional; a diversidade nas organizações e as políticas organizacionais direcionadas às minorias; as práticas de gestão de pessoas para a competitividade e a inovação; o ambiente organizacional e suas relações com a competitividade e a inovação. Em suma, a linha de pesquisa em Capacidades Organizacionais aprofunda a análise dos modelos organizacionais e de suas dinâmicas em ambientes competitivos, inovadores ou restritivos à inovação.

 

Linha de Pesquisa:

Estratégias de Mercados e Competitividade

De forma ampla, esta linha de pesquisa compreende três subáreas da Administração: marketing, estratégia e negócios internacionais. A ênfase desta linha de pesquisa reside no entendimento do processo de criação e de captura de valor, consolidando as várias bases de conhecimento sobre os efeitos das ações organizacionais no mercado consumidor e na concorrência, tanto no contexto local quanto no ambiente internacional. A linha trata de vários temas envolvendo o Comportamento do Consumidor; a Estratégia Empresarial; e/ou o Processo de Internacionalização. Por exemplo, são estudados i) os efeitos dos atributos do consumidor ou do produto/serviço no padrão de consumo e nas respostas às ações de marketing; ii) os efeitos das fusões e aquisições ou da governança corporativa na inovação e no desempenho das firmas; iii) como as organizações de países emergentes usam a propriedade intelectual e outros mecanismos de captura de valor; iv) como o empreendedorismo de base tecnológica em países emergentes consegue atingir o mercado internacional; dentre outros. Desta forma, esta linha visa gerar conhecimento sobre o alinhamento das estratégias e das competências mercadológicas às necessidades dos diferentes stakeholders.

Linha de Pesquisa:

Sustentabilidade

Esta linha de pesquisa busca constituir uma base de conhecimentos e desenvolver modelos de gestão que enfatizem a sustentabilidade, de forma que as organizações possam cumprir seus objetivos econômicos, sociais e ambientais, integrando essas dimensões no processo de tomada de decisão. Dentro desta linha de pesquisa, é possível aprofundar o estudo sobre uma série de temas que contemplam as relações das organizações com a sociedade e com o ambiente, tais como: i) Logística Reversa; ii) Ecoinovação; iii) Licença Social para Operar (LSO); iv) Voluntariado Empresarial; v) Responsabilidade Socioambiental; vi) Cooperativas e Reciclagem; vii) Empreendedorismo Social; viii) Negócios Sociais; ix) Educação Ambiental; e x) Práticas Sustentáveis nas Cadeias Produtivas. Nesse sentido, os estudos nesta linha de pesquisa tratam das variáveis tecnológicas, institucionais e de aprendizagem que possibilitam a inovação comprometida com o desenvolvimento sustentável.

Área de Concentração:

GESTÃO DA INOVAÇÃO

Os cursos de Mestrado e Doutorado em Administração do Centro Universitário FEI têm como área de concentração a Gestão da Inovação. Os cursos focam na geração de conhecimento nos contextos mercadológicos e organizacionais que cercam os processos de inovação. Além disso, em virtude das mudanças ambientais e do impacto social associado à geração de novas tecnologias e novos modelos de negócio, o programa também volta seu interesse para o estudo da sustentabilidade. Em linha com o exposto, o Programa se estrutura em três linhas de pesquisa, quais sejam: Capacidades Organizacionais; Estratégias de Mercado e Competitividade; e Sustentabilidade.


Linhas de Pesquisa:

Capacidades Organizacionais

Esta linha de pesquisa consolida várias escolas de pensamento que retratam os avanços sobre o entendimento das Organizações e suas interfaces com a Gestão da Inovação. Alguns temas abordados são: a gestão da inovação em países emergentes; os processos de inovação em serviços; as capacidades organizacionais para a inovação; as inter-relações da organização com o ambiente e os efeitos de tais inter-relações; a importância do aprendizado organizacional; a diversidade nas organizações e as políticas organizacionais direcionadas às minorias; as práticas de gestão de pessoas para a competitividade e a inovação; o ambiente organizacional e suas relações com a competitividade e a inovação. Em suma, a linha de pesquisa em Capacidades Organizacionais aprofunda a análise dos modelos organizacionais e de suas dinâmicas em ambientes competitivos, inovadores ou restritivos à inovação.


Estratégias de Mercados e Competitividade

De forma ampla, esta linha de pesquisa compreende três subáreas da Administração: marketing, estratégia e negócios internacionais. A ênfase desta linha de pesquisa reside no entendimento do processo de criação e de captura de valor, consolidando as várias bases de conhecimento sobre os efeitos das ações organizacionais no mercado consumidor e na concorrência, tanto no contexto local quanto no ambiente internacional. A linha trata de vários temas envolvendo o Comportamento do Consumidor; a Estratégia Empresarial; e/ou o Processo de Internacionalização. Por exemplo, são estudados i) os efeitos dos atributos do consumidor ou do produto/serviço no padrão de consumo e nas respostas às ações de marketing; ii) os efeitos das fusões e aquisições ou da governança corporativa na inovação e no desempenho das firmas; iii) como as organizações de países emergentes usam a propriedade intelectual e outros mecanismos de captura de valor; iv) como o empreendedorismo de base tecnológica em países emergentes consegue atingir o mercado internacional; dentre outros. Desta forma, esta linha visa gerar conhecimento sobre o alinhamento das estratégias e das competências mercadológicas às necessidades dos diferentes stakeholders.


Sustentabilidade

Esta linha de pesquisa busca constituir uma base de conhecimentos e desenvolver modelos de gestão que enfatizem a sustentabilidade, de forma que as organizações possam cumprir seus objetivos econômicos, sociais e ambientais, integrando essas dimensões no processo de tomada de decisão. Dentro desta linha de pesquisa, é possível aprofundar o estudo sobre uma série de temas que contemplam as relações das organizações com a sociedade e com o ambiente, tais como: i) Logística Reversa; ii) Ecoinovação; iii) Licença Social para Operar (LSO); iv) Voluntariado Empresarial; v) Responsabilidade Socioambiental; vi) Cooperativas e Reciclagem; vii) Empreendedorismo Social; viii) Negócios Sociais; ix) Educação Ambiental; e x) Práticas Sustentáveis nas Cadeias Produtivas. Nesse sentido, os estudos nesta linha de pesquisa tratam das variáveis tecnológicas, institucionais e de aprendizagem que possibilitam a inovação comprometida com o desenvolvimento sustentável.

Disciplinas



Os alunos do Mestrado precisam concluir 8 (oito) disciplinas, que correspondem a 24 créditos, e os alunos do Doutorado necessitam cursar 6 (seis) disciplinas, equivalentes a 18 créditos. Ao final das disciplinas que compõem os créditos, tanto os alunos do Mestrado quanto os alunos do Doutorado são matriculados na disciplina ‘Acompanhamento Monográfico’. Apesar desta disciplina não ter créditos atrelados a ela, o desempenho insuficiente nesta disciplina tem as mesmas implicações que o desempenho insatisfatório nas disciplinas com créditos vinculados.


Mestrado

DISCIPLINAS OBRIGATÓRIAS

Disciplina Professor
Análise Estatística Edmilson Moraes
Métodos de Pesquisa I Maria Teresa Saraiva de Souza
Métodos de Pesquisa II Henrique M. Barros
Análise Organizacional e Inovação Pedro Jaime
Gestão da Inovação I Roberto Bernardes

Estas 5 disciplinas são para todos os alunos do mestrado. Além delas, os alunos devem cursar mais 3 disciplinas da sua linha de pesquisa. Alunos com interesse em disciplinas de outra linha de pesquisa podem cursá-las desde que o orientador esteja de acordo.


DISCIPLINAS DA LINHA DE SUSTENTABILIDADE

Disciplina Professor
Gestão Ambiental Empresarial Jacques Demajorovic
Organização Gestão e Sociedade Edson Sadao
Gestão da Sustentabilidade Carmem Varela


DISCIPLINAS DA LINHA DE ESTRATÉGIA DE MERCADO E COMPETITIVIDADE

Disciplina Professor
Comportamento do Consumidor José Mauro Hernandez
Desenho de Pesquisa em Estudos Comportamentais Melby Huertas
Propriedade Intelectual e Competitividade Henrique M. Barros
Gestão Internacional e Inovação Global Fernanda Cahen


DISCIPLINAS DA LINHA DE CAPACIDADES ORGANIZACIONAIS

Disciplina Professor
Estratégia e Inovação Fernanda Cahen/ Henrique M. Barros
Gestão da Inovação II Roberto Bernardes
Gestão Estratégica de Pessoas Edvalter Becker Holz


Doutorado

DISCIPLINAS OBRIGATÓRIAS

Disciplina Professor
Análise Multivariada de Dados Edmilson Moraes/ José Mauro Hernandez
Coleta e Análise de Dados Qualitativos Jacques Demajorovic
Epistemologia da Administração Pedro Jaime
Planejamento e Gestão da Pesquisa Melby Huertas

Essas 4 disciplinas são obrigatórias para todos os alunos do doutorado, sendo que o aluno deverá cursar além dessas, mais 2 disciplinas optativas.

Semestralmente, para o doutorado, são oferecidas duas optativas do portfólio de disciplinas listadas abaixo.


DISCIPLINAS OPTATIVAS PARA O DOUTORADO

Disciplina Professor
Ensino, Pesquisa e Publicação em Adminstração Carmem Varela
Técnicas de Mensuração José Mauro Hernandes
Gestão Internacional Fernanda Cahen
Gestão de Pessoas Pedro Jaime
Tópicos Avançados em Sustentabilidade nas Organizações I Edson Sadao
Simulação Social Edmilson Moraes
Desenho de Experimentos em Ciências Sociais José Mauro Hernandez

Alunos de doutorado podem também cursar disciplinas do mestrado como optativas, conforme indicação do orientador.


Processo Seletivo



1º PERÍODO/2019

MESTRADO E DOUTORADO

Inscrições Prova Entrevistas
16/10 a 22/11/2018 23/11/2018 03 a 06 de dezembro de 2018
     
     
     
Resultado Período de Matrícula Início da Aulas
10/12/2018 Fevereiro de 2019 Fevereiro de 2019


Vagas disponíveis para 2019-1*

Linhas de Pesquisa Mestrado Doutorado
Capacidades Organizacionais 8 2
Estratégias de Mercado e Competitividade 5** 4***
Sustentabilidade 8 5

*O programa se reserva o direito de não preencher todas as vagas oferecidas assim como de realocar as vagas remanescentes entre as linhas de pesquisa.
** Das quais, quatro são para trabalhar com o tema ‘comportamento do consumidor’.
*** Todas para trabalhar com o tema ‘comportamento do consumidor’.

Mestrado

FASE 1: Entrega de Documentos e Inscrição
  1. Ficha de Inscrição (indique DUAS linhas de pesquisa em ordem de preferência, sendo: 1 – linha prioritária e 2 - linha alternativa) - Ver ficha;
  2. Currículo profissional ou Currículo Lattes - Um currículo profissional poderá ser apresentado no ato da inscrição. No entanto, caso aprovado no processo seletivo, o aluno só poderá fazer a matrícula no programa se apresentar o Currículo Lattes na ocasião da matrícula. O currículo profissional deverá conter, pelo menos, a formação acadêmica, as atividades profissionais e, se aplicável, a produção acadêmica e as bolsas de pesquisa (ex. iniciação científica).
    O candidato que não possuir currículo cadastrado na Plataforma Lattes deverá fazê-lo no site http://lattes.cnpq.br (O CNPQ pode levar até 48 horas para gerar o número do CV Lattes).
  3. Cópia do diploma de graduação (na matrícula será pedida a cópia autenticada) e, se aplicável, do diploma de pós-graduação lato sensu que tenha realizado (ex. MBA).
    Caso o candidato ainda não tenha o diploma da graduação, poderá apresentar uma declaração oficial comprovando a conclusão da graduação em tempo hábil para iniciar o mestrado.
  4. Histórico escolar da graduação e, se aplicável, de cursos de pós-graduação lato sensu que tenha realizado;
  5. Carta de apresentação do candidato com até duas mil palavras indicando:

    i) as razões pelas quais está interessado em realizar o curso;
    ii) os motivos pelos quais se considera em condições de realizar o curso;
    iii) duas linhas de pesquisa do programa de pós-graduação onde teria interesse de atuar;
    iv) o tema de pesquisa que tem interesse em desenvolver no curso; e
    v) as razões pelas quais apresentou o interesse de pesquisa acima (procure, sempre que possível, demonstrar que já leu algo a respeito do assunto de interesse; preferencialmente livros e revistas especializadas).


    É fortemente recomendado que o candidato leia o currículo dos professores do programa de modo a apresentar propostas que possam ser do interesse deles. Mais informações sobre o corpo docente podem ser encontradas no link https://portal.fei.edu.br/mestrado-e-doutorado-em-administracao#corpodocente.
  6. Os alunos que possuírem certificado de proficiência em inglês (TOEFL, ESLAT, Cambridge) poderão solicitar dispensa da prova de inglês;
  7. Carta da empresa comprovando a dispensa na segunda-feira para o período da tarde (desejável).

A falta de entrega de algum documento obrigatório nesta fase implicará na desclassificação automática do candidato.



FASE 2: Provas (Realizadas no campus da FEI em São Paulo)
  1. Avaliação de conhecimentos do idioma inglês;
  2. Avaliação de interpretação de texto e redação em português.

FASE 3: Análise Documental
  1. Avaliação do potencial do candidato para propor e executar um projeto de pesquisa. A análise documental só vai ocorrer se o candidato apresentar desempenho satisfatório nas provas da fase anterior.

FASE 4: Entrevistas
  1. Os candidatos aprovados na avaliação documental serão contatados para uma entrevista com os professores do Programa da FEI.


DOUTORADO

FASE 1: Entrega de Documentos e inscrição
  1. Ficha de Inscrição (indique DUAS linhas de pesquisa em ordem de preferência, sendo: 1 – linha prioritária e 2 - linha alternativa) - Ver ficha;
  2. Teste ANPAD realizado há, no máximo, 2 anos;
  3. Currículo Lattes Atualizado (O candidato que não possuir currículo cadastrado na Plataforma Lattes deverá fazê-lo no site http://lattes.cnpq.br. O CNPQ pode levar até 48 horas para gerar o número do CV Lattes);
  4. Carta de apresentação do candidato com até duas mil palavras indicando:
    i) As razões pelas quais o candidato se considera em condições de realizar o curso pretendido;
    ii) Os motivos para a escolha do curso e da Linha de Pesquisa;
    iii) duas linhas de pesquisa do programa de pós-graduação onde teria interesse de atuar;
    iv) O tema e os interesses de pesquisa dentro do escopo das Linhas de Pesquisa pretendidas.
  5. Projeto de Pesquisa****
  6. Trabalhos publicados e submetidos - encaminhar, preferencialmente, por email para ppga@fei.edu.br
  7. Histórico Escolar do Mestrado (cópia simples);
  8. Diploma do Mestrado (cópia simples);
  9. Histórico Escolar do Curso de Graduação (cópia simples);
  10. Diploma do Curso de Graduação (cópia simples); e
  11. Cópia da dissertação do mestrado - encaminhar, preferencialmente, por email para ppga@fei.edu.br

**** Recomenda-se a redação de um projeto de pesquisa sucinto (entre 10 e 15 páginas), mas que compreenda os seguintes itens:

- Resumo
- Introdução e justificativa baseados em bibliografia atualizada
- Objetivos geral e específicos - Revisão da literatura (sucinta)
- Metodologia
- Resultados esperados
- Cronograma de execução

A não entrega de algum documento obrigatório nesta fase implicará na desclassificação automática do candidato.


FASE 2: Prova (Realizada no campus da FEI em São Paulo)
  1. Avaliação de interpretação de texto e redação em português.

FASE 3: Análise Documental
  1. Avaliação do potencial do candidato para propor e executar um projeto de pesquisa. A análise documental só vai ocorrer se o candidato apresentar desempenho satisfatório na prova da fase anterior.

FASE 4: Entrevistas
  1. Os candidatos aprovados na avaliação documental serão contatados para uma entrevista com os professores do Programa da FEI.

Mensalidade e Bolsas


Mensalidades

Mestrado em Administração Doutorado em Admimistração
R$ 1.965,00 R$ 1.965,00
*Valores válidos para o ano de 2018


Bolsas de Estudo

O curso de Mestrado e Doutorado em Administração da FEI conta com bolsas CAPES. A FEI oferece, também, bolsas de isenção de pagamento de taxas escolares para os alunos aprovados no processo seletivo. Os alunos interessados em obter uma bolsa de estudos devem protocolar uma solicitação no ato da matrícula. Os critérios para concessão da bolsa são baseados no desempenho acadêmico anterior do aluno, no resultado do teste Anpad e das provas do exame seletivo. Além disso, os alunos que solicitam bolsa devem ter disponibilidade para participação em atividades de apoio ao ensino e à pesquisa na FEI.

Os alunos de Mestrado e Doutorado podem também solicitar bolsas de estudo externas em órgãos de fomento como:

FAPESP: A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo é uma das principais agências de fomento à pesquisa científica e tecnológica do país. A FAPESP está ligada à Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado de São Paulo. 
Veja como solicitar no site da Fapesp.



CNPq: O Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) é uma agência do Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT) destinada ao fomento da pesquisa científica e tecnológica e à formação de recursos humanos para a pesquisa no país. O CNPq oferece várias modalidades de bolsas aos alunos de mestrado e doutorado. 
Veja como solicitar no site do CNPq.

Internacionalização


A exposição internacional se tornou condição essencial para gerar qualidade em pesquisa e ensino no Brasil. Por isso, o Programa de Pós-Graduação (stricto sensu) em Administração da FEI vem passando por um processo de internacionalização. A orientação internacional tem sido um quesito importante, por exemplo, na contratação dos docentes. Hoje o programa possui metade de seus professores com alguma formação no exterior (ex. estágio doutoral; doutorado completo e/ou pós-doutorado).

Além disso, a internacionalização também é norteadora das publicações dos professores e alunos. Todos os professores do Programa possuem produção internacional em periódicos conceituados. Para conhecer nossos professores veja o link Corpo Docente.


Dupla-titulação

Em 2016 foi assinado um convênio que possibilita a dupla-titulação no nível de doutorado. Por meio de acordo de Cooperação entre o Centro Universitário FEI e a Universidade de Alicante na Espanha.


  • Convênio com 28 universidades da Asociación de Universidades Confiadas a la Compañía de Jesús en America Latina – AUSJAL (https://www.ausjal.org/), a qual, por sua vez, faz parte de uma rede de cerca de 200 universidades jesuítas presentes em todos os continentes.
  • Acordos pontuais também são firmados com outras universidades, como a Universidad de Alicante (Espanha), a Providence University (Taiwan) e a Universidad Andina (Equador).

Além disso, os alunos são incentivados a estudar no exterior durante o programa de Doutorado (com a possibilidade de “bolsa sanduíche” de agências de fomento), podendo, inclusive a realizar o estágio doutoral no exterior em uma universidade com a qual a FEI não tenha uma parceria formalizada. Nossos alunos que foram para o exterior recentemente são:

Nome de Aluno Curso na FEI Instituição - País Bolsa
Eryka E. F. Augusto Doutorado Universidade de Alicante - Espanha CAPES – Doutorado “Sanduíche”
Ana Lucia Santiago Doutorado Universidade de Alicante - Espanha CAPES – Doutorado “Sanduíche”
Antonio Oliveria Jr Doutorado Arizona State University - EUA CAPES – Doutorado “Sanduíche”


Outra atividade internacional que tem se tornado comum entre os nossos alunos de mestrado e doutorado é a coleta de dados primários internacionalmente. Os exemplos recentes são:

A mestranda Maria Marques Costa realizou entrevistas na França em uma empresa de reuso de água para comparação com a subsidiária da empresa no Brasil.

O mestrando Hamilton Terni realizou entrevistas em empresas gráficas nos Estados Unidos para comparar em seu trabalho os efeitos do ambiente institucional no processo de servitização daquele país e no Brasil.

Pós-doutorado


O Programa de Pós-Graduação (stricto sensu) em Administração do Centro Universitário FEI conta, desde 2014, com uma bolsa da CAPES para pesquisadores de Pós-Doutorado.

O candidato selecionado é contemplado com a bolsa PNPD-CAPES e também recebe uma bolsa suplementar da FEI pelo período de um ano, podendo ser estendido por mais um ano. O pós-doutorando, assim como os professores do programa, tem à sua disposição uma sala/escritório para trabalhar e acesso aos recursos necessários para desenvolver suas atividades de pesquisa.

O pesquisador deve participar dos projetos de pesquisa em parceria com um dos professores do Programa e poderá desenvolver colaborações com os outros professores e alunos de Mestrado e Doutorado.

Ao final do programa, o pesquisador receberá um certificado após ter submetido um artigo científico a um periódico internacional de alto impacto e apresentar um seminário de pesquisa no tema desenvolvido.


Processo Seletivo

Procuramos pesquisadores que desejam aprimorar suas habilidades de pesquisa e ensino de excelência e alto impacto científico.

Edital da última seleção


Estágio Pós-doutoral em andamento 
• Dennys Eduardo Rossetto

Estágios Pós-doutorais concluídos 
• Mariana Lima Bandeira
• Renata Fernandes Galhanone 
• Cristiane Gattaz

Regimentos e Normas Administrativas




Normas


Corpo Docente

PREENCHA OS DADOS ABAIXO PARA MAIS INFORMAÇÕES

A FEI não possui cursos de EAD, por isso estamos realizando uma pesquisa para saber a sua opinião, você tem interesse neste curso no formato EAD (Ensino a Distância)?*